Medhyper ajuda a salvar vidas

Entenda como o MedHyper ajuda a salvar vidas

Boa parte da população brasileira é portador de hipertensão arterial e esse é um problema muito sério porque quem é hipertenso têm um risco mais elevado de desenvolver doenças cardiovasculares se não estiver bem controlado.

Diante disso, o diagnóstico precoce, o controle dos fatores de risco e a adesão correta ao tratamento são as melhores formas de prevenção de complicações.

Uma empresa que tem feito a diferença nessa luta é a MedLevensohn por meio do seu projeto MedHyper.
Por isso, neste artigo, vamos mostrar como a MedHyper tem ajudado a salvar vidas por meio da inovação e da tecnologia no cuidado ao hipertenso. Acompanhe!

Entenda o panorama da hipertensão no Brasil

A hipertensão arterial sistêmica, também conhecida como pressão alta, é um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo.

Afinal, essa doença crônica é um importante fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, cerebrovasculares e renais, que matam cerca de 200 mil pessoas todos os anos no país.

Mais de 38,1 milhões de brasileiros, com 18 anos ou mais, têm pressão alta, segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS). Os dados revelam também que a incidência da doença aumenta conforme a idade, atingindo, aproximadamente, 62,1% da população com mais de 75 anos.

A importância de aferir a pressão arterial

Aferir a pressão arterial é o principal caminho para diagnóstico precoce da hipertensão. Além disto, sem a aferição regular da pressão arterial, o acompanhamento e tratamento das pessoas com hipertensão arterial é mais complicado e propenso a falhas.

No Brasil, a análise do número de hipertensos por Grandes Regiões mostra a prevalência da hipertensão arterial em adultos foi maior na região sudeste (25,9%) e menor na região norte (16,8%). isto é, proporcionalmente a região sudeste é a que a apresenta o maior número de hipertensos em relação à população residente.
um dado interessante é que, apesar da menor taxa de pessoas com hipertensão arterial no norte do país, 4,3% da população residente nesta região, com 18 anos ou mais de idade, nunca havia aferido a sua pressão arterial. isso mostra como o brasileiro ainda precisa estabelecer a aferição da PA como rotina em sua vida, desde a infância.

Como resultado, segundo dados do Ministério da Saúde, aproximadamente 35% da população brasileira tem a enfermidade, mas nem metade tem o diagnóstico. Assim, não se beneficiam do tratamento e acabam se tornando mais suscetíveis às doenças cardiovasculares e outras complicações da hipertensão.

Qual é a importância do diagnóstico precoce da Hipertensão Arterial?

Quanto antes se descobre a hipertensão ARTERIAL, melhor é o resultado do tratamento. Não é à toa que em consultas pediátricas a pressão arterial é aferida em crianças a partir de 1 ano de idade.

Isso porque o diagnóstico e tratamento e tratamento precoce da pressão alta é uma das maneiras mais efetivas para evitar o desenvolvimento de complicações graves para a saúde.

Qual é a importância do controle da hipertensão arterial?

Além do diagnóstico precoce, outro desafio enfrentado pelos profissionais da saúde, é a adesão correta ao tratamento para garantir o adequado controle dos níveis pressóricos das pessoas hipertensas.

Diversos estudos mostram que o automonitoramento domiciliar da pressão arterial, além de fornecer informações valiosas para auxiliar o médico no esquema terapêutico, como ajuste de doses e troca de medicamentos, ele melhora a adesão das pessoas ao seu tratamento.

Para tornar esta tarefa mais fácil, já existem diversas tecnologias que podem ser usadas como aliadas na luta contra a hipertensão. Com isso, é possível monitorar e controlar de forma efetiva a hipertensão arterial.

Como a tecnologia se tornou uma aliada da saúde?

Não há dúvidas de que a tecnologia está revolucionando a área da saúde. todo dia vemos novos aparelhos e serviços sendo incorporados no dia a dia de hospitais, unidades de atendimento básico, clínicas médicas e consultórios.
isso porque essas novas tecnologias ajudam os profissionais da saúde no seu dia a dia, melhorando a qualidade da assistência à saúde dos pacientes e diminuindo o impacto de doenças na saúde da população.

Dentre elas, destacam-se as tecnologias voltadas para o diagnóstico e controle dos fatores de risco modificáveis da doença, como:

  • Glicose elevada no sangue (diabetes);
  • Colesterol elevado (hipercolesterolemia);
  • Triglicerídeos elevados (hipertrigliceridemia);
  • Pressão arterial elevada (hipertensão arterial).

O uso das tecnologias da saúde não está restrito apenas aos profissionais da área.

Com o objetivo de contribuir para a autonomia do usuário no próprio cuidado e melhorar a qualidade de vida das pessoas, grandes empresas do setor têm desenvolvido soluções para que os hipertensos possam monitorar a sua pressão arterial em casa.

Como a tecnologia se tornou uma aliada no cuidado ao hipertenso?

Nesse cenário, vale destacar o desenvolvimento de novas tecnologias para o monitoramento da pressão arterial à distância.

Por meio de um software desenvolvido pelo MedHyper e presente nos seus equipamentos, o paciente hipertenso pode coletar dados em tempo real para fornecer informações para o seu médico.

Assim, ter um tratamento mais efetivo na luta contra a hipertensão. Sem contar que com o monitoramento contínuo, o paciente descobrirá como as mudanças no estilo de vida afetam a sua saúde.

MedHyper: inovando na prevenção e controle da pressão alta

Em parceria com a Microlife, líder mundial na fabricação de equipamentos para diagnóstico médico, a MedHyper traz ao mercado brasileiro alguns dos melhores monitores de pressão arterial do mundo.

Os equipamentos são desenvolvidos para auxiliar no diagnóstico e monitoramento diário da pressão arterial com mais precisão e conforto.

Isso é possível graças às tecnologias exclusivas dos aparelhos Microlife que, além de medir com grande acurácia a pressão arterial através da tecnologia MAM, permite detectar também a Fibrilação Atrial e outras arritmias cardíacas por meio das tecnologias AFIB e PAD, respectivamente.

Conheça as principais tecnologias da Microlife nas linhas de produtos associadas ao MedHyper:

Atrial Fibrillation (AFIB)
A pressão arterial elevada é um dos principais fatores de risco da Fibrilação Atrial. Por isso, alguns produtos Microlife possuem a tecnologia AFIB.

Dessa forma, os pacientes hipertensos podem detectar sinais de Fibrilação Atrial enquanto monitoram a pressão arterial em casa.

Microlife Average Mode (MAM)
Para minimizar os erros nos resultados causados por interferências, os médicos recomendam 3 medições consecutivas. Pensando nisso, a Microlife desenvolveu a tecnologia MAM.

Ela efetua 3 medições consecutivas em cada sessão em menos de 2 minutos, fornecendo o valor médio para um resultado mais confiável.

Pulse Arrhythmia Detection (PAD)
A pressão alta também é um dos principais fatores da arritmia cardíaca, que pode levar ao infarto, insuficiência cardíaca e outras doenças cardiovasculares.

Por essa razão, a Microlife desenvolveu um produto com a tecnologia PAD. Com ela, os pacientes podem detectar arritmias enquanto medem a pressão.

Invista na sua qualidade de vida

Por meio das tecnologias desenvolvidas pela Microlife, a MedHyper visa melhorar o bem-estar dos pacientes hipertensos, prevenir doenças e auxiliar no diagnóstico precoce da fibrilação atrial e outras arritmias.

Quer saber mais sobre as nossas soluções? Então, entre em contato com o MedHyper e solicite o seu orçamento.
Somos a distribuidora exclusiva Microlife no Brasil!

MedHyper


MedHyper

A MedLevensohn, empresa brasileira de distribuição de produtos para saúde e bem-estar com mais de 18 anos de atuação no mercado nacional, desenvolveu o Projeto MedHyper com o objetivo de prover uma vida equilibrada e de qualidade, com economia, informação, comodidade e tecnologia aos portadores de Hipertensão. Este poderoso aliado tecnológico, baseado nos mais modernos sistemas de telessaúde do mundo, visa trazer benefícios diretos aos seus participantes. De uma forma prática e eficiente, o MedHyper é uma ferramenta importante no controle de problemas crônicos e de difícil solução através de métodos usuais.

Comentar

Os comentários estão desativados.

Assine nossa newsletter

Gostaria de receber informações e comunicações do projeto MedHyper via email com a opção de descadastramento a qualquer momento.

Contato