Monitor de Pressão Arterial Microlife: eficiência e custo-benefício

De acordo com dados do Ministério da Saúde, problemas relacionados à hipertensão arterial acometem um em cada quatro adultos no Brasil. Boa parte dessas pessoas hipertensas têm a doença por herança genética, mas fatores externos como alimentação inadequada, obesidade, tabagismo, e outros fatores podem contribuir para esse cenário.

Uma vez diagnosticado com hipertensão, o paciente precisa adotar algumas condutas e a principal delas é, sem dúvida, o controle da pressão arterial.

Observar de perto a pressão arterial é prioridade máxima para o controle da doença visto que episódios de infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral) também podem estar diretamente ligados a picos hipertensivos.

Hipertensão ARTERIAL: o que é?
Também conhecida como pressão alta, a hipertensão arterial é uma doença que se caracteriza pelos níveis mais altos da pressão que o sangue exerce no interior das artérias, vasos que levam sangue para o corpo.

Quando uma pessoa é hipertensa, o coração necessita exercer mais força de bombeamento para que o sangue consiga chegar por todo o corpo. Além disso, este aumento da pressão causa lesões nos vasos sanguíneos que podem acarretar várias complicações.

Quais são os sintomas da hipertensão?
De maneira geral, a hipertensão não apresenta sinais e sintomas, ao menos em sua fase inicial. No entanto, é possível que uma pessoa hipertensa sinta dores de cabeça e/ou tontura, visão turva, dores no peito ou algum tipo de alteração na visão.

Por isso, aferir com frequência a pressão arterial, sobretudo se parentes próximos têm a doença ou o indivíduo em questão possui fatores de risco, se torna tão importante.

Sal: vilão da hipertensão?
Uma dieta equilibrada é uma das principais aliadas para o controle da hipertensão arterial. Mas onde o sal entra nessa história? O sal aumenta o risco de hipertensão, mas ele por si só não é o único responsável pela doença.

Diversos alimentos ricos em sódio, um dos componentes mais presentes no sal, como enlatados, alimentos multiprocessados e embutidos também são um perigo para os hipertensos. Privilegiar a comida de verdade, preparos caseiros ricos em frutas, legumes, carnes magras e oleaginosas é passo importante para uma vida mais saudável.

O sobrepeso influencia na hipertensão?
Sim. O que não significa que todas as pessoas com sobrepeso sejam hipertensas. No entanto, o aumento de peso é um importante fator de risco para o desenvolvimento de hipertensão arterial. Tanto que, em alguns indivíduos, principalmente com quadros leves, quando reduzem o peso corporal, há normalização dos níveis de pressão.

E quando a pressão se normaliza?
Uma vez que o paciente foi diagnosticado com a doença, o médico será o seu principal guia para as ações que você precisará tomar. Muito provavelmente, ele prescreverá um medicamento de uso contínuo. No entanto, muitas pessoas suspendem o uso do medicamento quando se sentem melhores ou ao observarem o desaparecimento dos sintomas. Essa conduta pode ser muito perigosa.

Os medicamentos de uso contínuo não podem ser interrompidos de maneira abrupta e sem o aval do médico. Por isso, é fundamental manter o tratamento mesmo que os sintomas tenham desaparecido.

MAPA: o exame amigo do coração

Você já ouviu falar do exame da MAPA?
Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial, chamada de MAPA de 24h , é um método de medição automática da pressão arterial realizada através de um dispositivo colocado na cintura do paciente que infla uma bolsa de borracha, chamada de manguito, instalada no braço.

As medidas da pressão arterial são feitas a cada 15 ou 20 minutos durante o dia e a cada 20 ou 30 minutos no período da noite, sendo este processo semelhante ao realizado durante as consultas médicas. As medidas são armazenadas neste dispositivo e transferidas posteriormente a um programa de computador que permite a análise dos dados coletados.

A MAPA deverá ter uma duração mínima de 21 horas.

Orientações antes do exame

  • Marque o exame para um dia de atividades habituais como trabalhar, dirigir, atividades domésticas, etc. Deve-se evitar a prática de exercícios físicos durante as 24 horas que precedem o exame;
  • Venha para o exame de banho tomado e com um cinto ( não será permitido tomar banho durante o exame ). Em caso de uso de medicamentos, traga a lista dos mesmos com as doses e os horários de sua tomada;
  • O paciente deverá ter um dia de atividades habituais. No momento do funcionamento do aparelho o paciente deverá manter o braço em que está colocado o manguito, estendido ao lado do corpo, até que o mesmo seja totalmente desinsuflado. Este processo geralmente ocorre a cada 20 minutos durante o dia e a cada 30 minutos durante o período da noite, sendo o processo semelhante a medida da pressão arterial no consultório;
  • Exercícios físicos devem ser evitados durante o exame. O teste de esforço é o exame específico para avaliar a pressão arterial durante o esforço físico;
  • O dispositivo deverá ser retirado da cintura no período da noite, sendo colocado sob o travesseiro ou em uma cômoda, permanecendo ligado ao manguito pela mangueira de borracha. O manguito poderá ser apertado ou afrouxado durante o exame, conforme a necessidade. É importante que este permaneça sempre acima da prega do cotovelo. Durante o período da noite deve-se evitar dormir sobre o braço em que está colocado o manguito;
  • O relatório médico deverá ser preenchido corretamente, contando obrigatoriamente com os seguintes itens: medicamentos (nome, dose e horário de tomada), atividades (domésticas , trabalho , reuniões , trânsito , lazer , etc.), hábitos ( ingestão de álcool , café e consumo de cigarros), período do sono (horário que dormiu e acordou, horário de eventuais interrupções durante o sono e avaliação de como foi a qualidade do sono) e, por último, a ocorrência de sintomas (tonturas , sensação de desmaio , desmaio , dor de cabeça , etc.).

Como é feita?
A MAPA permite estimar a média das pressões durante o período total do exame, durante o período em que o paciente fica acordado e também durante o sono.

Avalia também se há alguma elevação da pressão arterial durante a colocação do aparelho no consultório (“hipertensão do jaleco ou avental branco”) ou eventualmente ao contrário, a queda da pressão arterial no consultório (hipertensão mascarada).

Sintomas, picos de pressão ou quedas da pressão arterial também poderão ser avaliados através da MAPA.

Indicações
A indicações da MAPA são: suspeita de hipertensão arterial do avental branco (pressão arterial elevada apenas no consultório), suspeita de hipertensão mascarada (pressão arterial normal no consultório e elevada fora desse), avaliação do tratamento anti-hipertensivo e para avaliação de sintomas e sintomas relacionados à queda de pressão arterial (tonturas, sensação de desmaio e desmaio) .

Riscos
A MAPA é um exame seguro, isento de complicações. Desconforto no braço, geralmente tolerável, e dificuldade para dormir, costumam ser as queixas mais frequentes relacionadas à realização da MAPA.

mapa

Assine nossa newsletter

Gostaria de receber informações e comunicações do projeto MedHyper via email com a opção de descadastramento a qualquer momento.

Contato