Como o MedHyper busca oferecer saúde e bem-estar ao alcance do maior número de pessoas

Como o MedHyper busca oferecer saúde e bem-estar ao alcance do maior número de pessoas

A hipertensão arterial é uma doença crônica e degenerativa que atinge milhões de brasileiros. Ela é caracterizada pelos níveis elevados de pressão sanguínea nas artérias, o que pode ocasionar diversas complicações para o paciente.

Entretanto, com o tratamento adequado o indivíduo consegue manter uma boa qualidade de vida.Para isso, deve-se realizar o monitoramento da pressão arterial, desenvolver hábitos de vida saudáveis e reduzir a ingestão de sal, entre outras medidas.

Continue a leitura e entenda mais sobre a hipertensão e como garantir bem-estar depois do diagnóstico.

 

Hipertensão: uma doença que pode atingir a todos

A hipertensão arterial pode ser considerada uma doença democrática, isto é, pode atingir qualquer pessoa, independente da idade, classe social e etnia.

De maneira geral, a incidência dos casos aumenta conforme a idade. Atualmente, cerca de 30% da população brasileira adulta é hipertensa. Além disso, estima-se que a hipertensão afeta 50% das pessoas com mais de 65 anos e 80% dos indivíduos com mais de 75 anos de idade.

Mas, dependendo dos fatores genéticos e qualidade de vida, jovens e crianças também podem ser hipertensos. Assim como gestantes podem ter pressão alta durante a gravidez (DHEG – Doença Hipertensiva Específica da Gravidez) devido a alterações hormonais e imunológicas.

Quando se avalia os números globais, percebe-se que a doença é, de fato, um problema mundial. Segundo a OMS, mais de 1 bilhão de pessoas são hipertensas.

 

Quais são os perigos da hipertensão?

A hipertensão está intimamente ligada ao desenvolvimento de complicações cardiovasculares como, por exemplo, AVC e infarto, que são as doenças que mais matam no Brasil e no mundo.

Nesse sentido, a pressão alta é causadora direta e indireta de milhares de mortes todos os anos. Prova disso é que ela é responsável por 40% dos infartos do miocárdio e 80% dos casos de AVC, segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão.

De acordo com a mesma instituição, 25% dos casos de insuficiência renal terminal também são causados pela alta da pressão arterial. Como resultado, segundo a Socesp, no Brasil, mais de 200 mil pessoas morrem todos os anos por complicações causadas pela hipertensão.

 

Quais são os sintomas da hipertensão?

Na maioria dos casos, a hipertensão é uma doença silenciosa. Os sintomas só começam a aparecer quando a doença já atingiu estágios avançados e afetou diversos tecidos do paciente.

Nesse sentido, é fundamental que todos meçam sua pressão arterial ao menos uma vez ao ano para realizar um diagnóstico precoce da doença.

Da mesma forma, os pacientes que já são hipertensos devem realizar o monitoramento frequente da pressão arterial, a fim de identificar possíveis alterações.

Quando a pressão arterial aumenta de forma abrupta ela pode causar sintomas como:

  • Dores no peito;
  • Dor de cabeça;
  • Enjoo e mal estar;
  • Tonturas;
  • Zumbido no ouvido;
  • Sensação de fraqueza;
  • Visão embaçada;
  • Entre outros sintomas.

Como tratar a hipertensão Arterial?

O objetivo do tratamento de hipertensão ARTERIAL é controlar aumento de pressão nos vasos sanguíneos e evitar suas complicações graves, tanto agudas como crônicas.

A pressão alta não tem cura, mas, segundo a SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia), o tratamento de hipertensão pode reduzir as doenças cardiovasculares em até 80% quando associado à alimentação saudável, controle do colesterol e à prática de atividades físicas.

Portanto, para o controle da pressão arterial e manutenção do bem-estar do paciente, deve-se:

  • Praticar atividades físicas;
  • Manter o peso adequado;
  • Não fumar;
  • Usar os medicamentos conforme à prescrição médica;
  • Reduzir o estresse;
  • Ter uma alimentação saudável;
  • Diminuir o consumo de sal;
  • Moderar o consumo de álcool.

Quando a hipertensão é diagnosticada precocemente, em alguns casos, ela pode ser tratada somente com mudanças no hábito de vida. Isto é, sem o uso de medicamentos.

Por fim, é válido lembrar que somente o médico poderá determinar qual é o melhor tratamento para cada paciente, avaliando os níveis da pressão arterial e as comorbidades associadas.

Além disso, o paciente tem o importante papel de monitorar a pressão arterial em casa, a fim de entender a efetividade do tratamento e identificar possíveis alterações na pressão arterial.

 

Como diagnosticar a hipertensão?

Normalmente, a aferição da pressão arterial é suficiente para o diagnóstico médico da hipertensão. No entanto, alguns pacientes podem ter a “hipertensão do jaleco branco”. Outros podem apresentar a chamada “Hipertensão Mascarada”.

Nestes casos, o paciente tem aumento da pressão arterial quando está no consultório, mas no cotidiano, sua PA fica dentro da normalidade. Ou o contrário. O aumento da pressão somente ocorre durante suas atividades cotidianas.Nesses casos, se fazem necessários exames como MAPA e MRPA.

 

Saúde e bem-estar de pacientes hipertensos

Ao longo da vida, todos nós somos expostos a riscos de saúde, tanto causados por algum descuido quanto por não termos os equipamentos adequados para o monitoramento e prevenção de doenças.

Monitorar a pressão arterial em casa é fundamental para a manutenção da saúde e bem-estar de pacientes hipertensos. Afinal, esse processo permite acompanhar os níveis da pressão arterial, assim como a efetividade do tratamento.

Qualquer alteração deve ser informada ao médico, que tomará as medidas cabíveis para melhorar o controle da pressão arterial. Assim, será possível evitar o agravamento da doença e complicações como AVC.

Nesse sentido, os pacientes devem buscar pelos melhores equipamentos, que ofereçam bom custo-benefício e confiabilidade nos resultados. Entendendo a importância do cuidado de pacientes hipertensos, surgiu o projeto MedHyper. Conheça mais:

 

MedHyper: referência no cuidado de pacientes hipertensos

O MedHyper é um projeto da MedLevensohn voltado exclusivamente para o cuidado de pacientes hipertensos. A principal missão do projeto é promover saúde e bem-estar para os seus clientes.

Nesse sentido, a empresa desenvolveu uma parceria internacional e exclusiva com a Microlife – líder mundial no desenvolvimento e fabricação de equipamentos para diagnóstico médico, tanto de uso doméstico quanto hospitalar.

Todos os produtos oferecem um excelente custo benefício, durabilidade e facilidade em reposição de peças ou reparos.

Quer saber mais sobre como o MedHyper busca oferecer saúde e bem-estar ao alcance de um maior número de pessoas? Então, continue a leitura.

 

Tecnologias exclusivas

O projeto MedHyper é pensado, exclusivamente, para melhorar a qualidade de vida de pacientes hipertensos. Para isso, todos os produtos disponibilizados utilizam tecnologia de ponta e contam com validações internacionais.

O projeto MedHyper disponibiliza três tecnologias que fazem com que os aparelhos Microlife se diferenciem no mercado: AFIB, MAM e PAD. A tecnlogia AFIB, por exemplo, é a única do mundo validada para detecção de Fibrilação Atrial (FA) durante a aferição da pressão arterial.

 

Diagnósticos mais precisos

Os monitores de pressão arterial da Microlife com tecnologia MAM permitem um diagnóstico mais preciso e confiável. Para isso, durante a medição da pressão arterial, o equipamento e realiza automaticamente três medições consecutivas menos de 2 minutos e apresentar o resultado da média das aferições.

Além disso, a Microlife se preocupa em criar equipamentos mais confortáveis para o paciente. Assim, o manguito dos monitores de pressão arterial para realização de exame MAPA e MRPA são maiores e os equipamentos mais leves.

 

Telemedicina

Além de todas as vantagens, os monitores de pressão arterial da Microlife permitem que o cardiologista preste assistência médica online a pacientes a distância. Assim, a empresa garante que o cuidado alcance um maior número de pessoas.

 

Escolha o melhor para a sua saúde

É indiscutível que os produtos Microlife são os líderes mundiais no diagnóstico e tratamento de pacientes com hipertensão.

Por isso, na hora de escolher o seu monitor de pressão arterial, escolha Microlife! O MedHyper é distribuidor exclusivo da empresa no Brasil. Faça o seu orçamento agora!

hipertensao


MedHyper

A MedLevensohn, empresa brasileira de distribuição de produtos para saúde e bem-estar com mais de 18 anos de atuação no mercado nacional, desenvolveu o Projeto MedHyper com o objetivo de prover uma vida equilibrada e de qualidade, com economia, informação, comodidade e tecnologia aos portadores de Hipertensão. Este poderoso aliado tecnológico, baseado nos mais modernos sistemas de telessaúde do mundo, visa trazer benefícios diretos aos seus participantes. De uma forma prática e eficiente, o MedHyper é uma ferramenta importante no controle de problemas crônicos e de difícil solução através de métodos usuais.

Assine nossa newsletter

Gostaria de receber informações e comunicações do projeto MedHyper via email com a opção de descadastramento a qualquer momento.

Contato