Conheça o MedHyper e garanta o uso eficaz e seguro de equipamentos para hipertensão arterial

De acordo com um levantamento realizado pelo IBGE, a hipertensão arterial já atinge 38,1% da população adulta brasileira e o número de pacientes hipertensos não para de crescer.

Os dados são preocupantes visto que a hipertensão arterial é a principal responsável por doenças cardiovasculares, como fibrilação atrial, arritmia cardíaca e infarto. 

Mas o problema não para por aí, uma vez que boa parte da população hipertensa ainda nem sabe que convive com a doença. Afinal, a hipertensão só apresenta sintomas quando já está em fase avançada. 

Diante disso, é fundamental que as pessoas passem a cuidar melhor da saúde através do monitoramento da pressão arterial bem como da adoção de um estilo de vida mais saudável. 

Para ajudar nessa tarefa o MedHyper traz para o mercado brasileiro tecnologias inovadoras que garantem o uso eficaz e seguro de equipamentos de hipertensão arterial. Saiba mais! 

O que é hipertensão arterial?

Você sabe o que é pressão arterial? O coração bombeia sangue pelo corpo através de uma rede de artérias, veias e capilares. A cada batimento cardíaco, o sangue empurra as paredes dessas artérias. Esse ‘empurrão’ é a pressão arterial. 

Ao longo do dia, a pressão arterial tem variações. Isto é, quando você está dormindo ou relaxado ela é mais baixa e quando você se move ela é mais alta.

Ela também pode ser aumentada por fatores internos, como estresse, ou externos, como o consumo exagerado de cafeína. No entanto, em algumas pessoas a pressão arterial permanece acima dos níveis recomendados, caracterizando-se a hipertensão ou pressão alta. 

O que causa a hipertensão?

Como já vimos, a pressão pode aumentar por causa de fatores internos e externos ao indivíduo. Esses fatores são conhecidos como fatores de risco. 

Os principais fatores de risco para a hipertensão arterial são:

  • dieta rica em sal;
  • sedentarismo;
  • consumo abusivo de álcool;
  • cigarro;
  • estresse;
  • diabetes;
  • histórico familiar;
  • idade avançada;
  • obesidade;
  • gravidez;
  • colesterol alto.

Algumas doenças também podem levar à hipertensão, como insuficiência crônica renal, glomerulonefrite, rins policísticos e estenose da artéria renal.

Também feocromocitoma, aldosteronismo primário, síndrome de cushing, apneia obstrutiva do sono e doenças da tireoide. 

Como a pressão alta afeta a saúde do paciente hipertenso?

A pressão arterial pode afetar a saúde do paciente hipertenso de diversas maneiras. Veja quais são elas:

Acidente Vascular Cerebral

O cérebro precisa de um suprimento contínuo de oxigênio e nutrientes do sangue, fornecido pelas artérias. Afinal, sem esse oxigênio e nutrientes, as células cerebrais morrerão e a área afetada pode sofrer danos permanentes.

Quando a pressão arterial está alta, há um enrijecimento das artérias que podem fazer com que suas paredes engrossem. Como resultado, há um estreitamento da passagem de oxigênio e nutrientes para o cérebro, podendo levar a um AVC (Acidente Vascular Cerebral). 

Doenças oculares

A pressão alta também pode afetar a visão dos pacientes hipertensos, uma vez que com o aumento crônico da pressão, ocorre o endurecimento dos vasos sanguíneos.

Assim, a hipertensão descontrolada causa dilatações e obstruções dos microvasos da retina, provocando hemorragia por toda a retina, o que pode levar à cegueira parcial ou total. 

De acordo com o oftalmologista Samuel Duarte, do Visão Hospital de Olhos, 30% dos 11% dos indivíduos acima de 43 anos que são hipertensos podem desenvolver esse problema. 

Doenças cardíacas

A pressão arterial elevada aumenta a quantidade de trabalho para o seu coração. Isso faz com que o coração fique maior para lidar com a carga de trabalho extra. 

Quanto maior o seu coração, mais ele exige sangue rico em oxigênio. Mas se as artérias estiverem bloqueadas, o sangue não chegará com a quantidade de oxigênio suficiente para o coração.

Como resultado, o paciente hipertenso poderá ter um ataque cardíaco ou uma arritmia cardíaca.

Insuficiência renal 

Segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia, a hipertensão corresponde a 35% das causas da doença renal crônica. Isso acontece porque os rins são responsáveis por filtrar uma boa parte do sangue bombeado pelo coração.

Também ajudam o corpo a retirar as substâncias tóxicas geradas diariamente pelo nosso corpo.

Como a pressão alta pode causar danos às artérias ao redor dos rins, pode haver uma redução na sua capacidade de realizar seu trabalho.

Quando já existe a doença renal, os próprios rins contribuem para o aumento da pressão, agravando a hipertensão, porque os rins são responsáveis pela produção dos hormônios renina e angiotensina que controlam a pressão arterial.

Como é tratada a hipertensão?

Como alguns fatores de risco são modificáveis, a pressão arterial pode ser tratada com a adoção de um estilo de vida mais saudável e uma alimentação mais equilibrada. Se essas medidas não forem o suficiente para controlar a hipertensão, existem medicamentos que podem ajudar nesse tratamento. 

E, é claro, não podemos nos esquecer do monitoramento constante da pressão arterial. Entenda mais sobre como tratar a hipertensão:

Adoção de um estilo de vida mais saudável

O tratamento inicial para hipertensão inclui mudanças no estilo de vida, como a prática de exercícios regulares para eliminar ou reduzir o fator de risco de obesidade.

Mudanças na alimentação 

Comece a fazer uma dieta com baixo teor de gordura e sal. Também limite a ingestão de álcool e coma mais frutas, verduras e legumes. 

Uso de medicamentos sob prescrição médica

Algumas pessoas também precisam de medicamentos para ajudar a reduzir os níveis de pressão arterial ao normal. Mas o uso de medicamentos só deve ser feito sob prescrição médica.

Monitoramento constante da pressão arterial

Monitorar as alterações da pressão arterial ajuda o médico a tomar decisões sobre o tratamento, como ajustar as dosagens ou alterar os medicamentos.

Como o MedHyper tem ajudado no combate à hipertensão?

Para ajudar no combate à hipertensão, a MedLevensohn, empresa brasileira de distribuição de produtos para saúde e bem-estar, desenvolveu o Projeto MedHyperEsse projeto traz ao mercado brasileiro alguns dos melhores monitores de pressão arterial do mundo. 

Para tanto, a MedLevensohn fechou uma parceria com a Microlife, líder mundial na fabricação de equipamentos para diagnóstico médico, tornando-se a distribuidora exclusiva dos equipamentos Microlife. 

Entenda o que faz os equipamentos para hipertensão arterial Microlife serem os melhores do mundo:

  • equipamentos com alto grau de precisão e segurança graças à tecnologia MAM;
  • o único sistema validado para detecção de Fibrilação Atrial e Arritmia Cardíaca graças à tecnologia AFIB e à tecnologia PAD, desenvolvidas exclusivamente pela Microlife;
  • equipamentos adequados para o uso durante a gravidez e pré-eclâmpsia;
  • medidas da pressão arterial, mais precisas e validadas para pacientes com doença renal avançada e pacientes com diabetes;
  • monitor de pressão arterial com algoritmo de alta qualidade, que permite monitorar crianças a partir de 3 anos.

Assim, por meio dos equipamentos para hipertensão arterial Microlife, qualquer pessoa pode detectar precocemente a presença de pressão arterial.

Bem como qualquer paciente hipertenso pode monitorar de uma maneira eficaz as alterações da sua pressão para a adoção de um tratamento mais eficaz e seguro.

E aí, precisando de monitores de pressão arterial? 

Então entre em contato e conheça agora mesmo os equipamentos MedHyper e garanta o uso eficaz e seguro de equipamentos para hipertensão arterial. 

Somos a distribuidora exclusiva Microlife no Brasil!

MedHyper, microlife, produtos microlife, saúde


MedHyper

A MedLevensohn, empresa brasileira de distribuição de produtos para saúde e bem-estar com mais de 18 anos de atuação no mercado nacional, desenvolveu o Projeto MedHyper com o objetivo de prover uma vida equilibrada e de qualidade, com economia, informação, comodidade e tecnologia aos portadores de Hipertensão. Este poderoso aliado tecnológico, baseado nos mais modernos sistemas de telessaúde do mundo, visa trazer benefícios diretos aos seus participantes. De uma forma prática e eficiente, o MedHyper é uma ferramenta importante no controle de problemas crônicos e de difícil solução através de métodos usuais.

Assine nossa newsletter

Gostaria de receber informações e comunicações do projeto MedHyper via email com a opção de descadastramento a qualquer momento.

Contato