Incertezas com relação ao monitoramento da pressão arterial? Conheça os equipamentos de ponta da Microlife

Você provavelmente conhece alguém que precisa controlar a alimentação, ingestão de sal e outros alimentos por conta da pressão alta. Na verdade, a doença é comum, acomete pessoas de diversas faixas etárias e necessita de cuidados frequentes para manter uma vida saudável.

A hipertensão é controlável, sobretudo ao escolher utiliza a combinação de monitoramento constante, uso de medicamentos (quando necessário) e mudanças de hábitos de vida, como por exemplo, pratica de exercícios físicos e dieta equilibrada.

No entanto, para que o tratamento seja realmente eficaz é essencial contar com monitores de pressão arterial de alta qualidade, que gerem resultados precisos e confiáveis. Afinal, equipamentos de baixa precisão podem comprometer o bem-estar do paciente, além de dificultar a realização de diagnósticos pelo médico.

Pensando nisso, a Microlife, líder mundial na fabricação de equipamentos para diagnóstico médico, desenvolveu monitores de pressão arterial de alta qualidade com tecnologias exclusivas.

Em parceria com o MedHyper, ela traz ao mercado brasileiro os melhores monitores de pressão arterial que garantem alto grau de confiabilidade e precisão nos resultados. Continue a leitura!

O que acontece se não tratarmos da pressão alta?

A pressão alta não controlada ou tratada de forma errada pode afetar negativamente a saúde do paciente de diversas maneiras. Aqui estão os principais riscos de ignorar a pressão alta:

Problemas cardíacos

A pressão arterial elevada pode causar muitos problemas para o coração, uma vez que causa a dilatação do órgão, danifica as paredes das artérias e aumenta a chances de formação de coágulos.

Esses coágulos sanguíneos podem bloquear o fluxo de sangue para o coração, resultando em um ataque cardíaco. Outras complicações causadas pela hipertensão no coração são: arritmia cardíaca, insuficiência cardíaca ou morte cardíaca súbita.

Doenças cerebrais

Em pacientes com hipertensão descontrolada, as artérias são enrijecidas e há maior chance de formação de coágulos sanguíneos. Esses coágulos podem se desprender das artérias e chegarem até o cérebro.

Como as artérias cerebrais possuem menor calibre, o coagulo pode causar dois quadros: um rompimento ou o entupimento de alguma artéria cerebral. São os chamados: Acidente Vascular Hemorrágico ou Acidente Vascular Isquêmico, respectivamente.

O descontrole da pressão arterial também pode causar demência e comprometimento cognitivo leve.

Diminuição na função renal

Os rins auxiliam o corpo a se livrar das toxinas e são responsáveis por regular muita das funções complexas do corpo. A pressão alta, entretanto, também pode causar danos às artérias renais, levando ao quadro da falência renal.

Quando se deve fazer o monitoramento da pressão arterial?

 

A hipertensão é uma doença silenciosa e  na maioria dos casos, só apresenta sintomas quando está em fase avançada.

Por isso, só há uma maneira de identificá-la e combatê-la: medir a pressão arterial com certa regularidade.  Afinal, o quanto antes a hipertensão for diagnosticada, melhor será o resultado do tratamento.

Como qualquer pessoa pode desenvolver a hipertensão, esse procedimento é repetido nas consultas de rotina desde cedo, pelo menos, uma vez ao ano.

No entanto, quem já sofre da doença, precisa realizar o monitoramento da pressão arterial com maior frequência, de acordo com orientação médica.

Quais são os riscos da medição de pressão utilizando aparelhos inadequados

Aparelho inadequadamente calibrado ou de fabricação duvidosa pode efetuar a medição incorreta da pressão arterial. Isso pode trazer consequências graves, como erro no diagnóstico, prescrição equivocada de tratamentos, medicamentos ou dietas.

Um resultado errado na medição pode induzir o médico a prescrever uma dose muito alta que pode levar à intolerância à medicação ou a uma queda acentuada da pressão arterial.

Além de efeitos colaterais que incluem tonturas, cansaço excessivo e visão turva. Esses efeitos também podem afetar pessoas que tomaram o remédio sem realmente terem a necessidade de serem tratadas.

Se a dose recomendada for muito baixa a pressão continua alta e o paciente continua correndo o risco de desenvolver problemas cardíacos, cerebrais, renais, dentre outros, como vimos anteriormente.

Como escolher equipamentos de qualidade para evitar problemas na medição?

Para evitar os riscos relacionados com incertezas no monitoramento da pressão arterial é essencial fazer a escolha certa do seu monitor de pressão arterial. Para ajudá-lo, separamos algumas dicas:

Tecnologia inovadora

Já existem no mercado soluções tecnológicas que fazem mais do que apenas aferir a pressão arterial do paciente. Hoje, o mercado dispõe de monitores de pressão arterial que detectam arritmias cardíacas e fibrilação atrial.

Além de monitores que irão ajudá-lo no monitoramento constante da pressão arterial dos seus pacientes com mais precisão.

Memória

Geralmente, as pessoas hipertensas aferem pressão com uma determinada frequência.

Por isso é importante acompanhar a variação dos resultados da aferição de pressão.

Já existem aparelhos que possuem um histórico com uma memória dessas medições. Essa ferramenta, auxilia o paciente a e médico, a realizar comparações de resultados, de acordo com sua necessidade.

Usabilidade

Para garantir que o medidor de pressão cumpra com a sua função, ele precisa ser fácil de usar, principalmente para quem o utiliza com constância.

Afinal, de nada adianta investir em um bom aparelho de pressão arterial se não for possível entender suas funções, ler os resultados e usufruir de todas as suas funções.

Conheça os equipamentos de ponta da Microlife para o tratamento de pacientes hipertensos

A Microlife é uma empresa líder mundial no desenvolvimento e fabricação de equipamentos e diagnóstico médico para monitoramento domiciliar e uso hospitalar.

Inovadora, a Microlife desenvolveu monitores de pressão arterial com tecnologias exclusivas Microlife — MAM, AFIB e PAD.

Tecnologias essas que irão ajudá-lo no monitoramento constante da pressão arterial dos pacientes com mais precisão e confiabilidade para reduzir as incertezas para garantir o tratamento adequado.

Conheça, abaixo, as tecnologias exclusivas dos aparelhos Microlife.

Monitor de Pressão Arterial MAM

01

A Microlife desenvolveu a tecnologia MAM que efetua 3 medições consecutivas em cada sessão, em menos de 2 minutos, fornecendo o valor médio das medições.

Permitindo, assim, um resultado mais confiável, tanto em casa como em ambientes profissionais. Conheça o Monitor de Pressão Arterial MAM:

» Tecnologia MAM (Microlife Average Mode): média das três últimas medições;

» Memória para 99 medições (data e hora);

» Tecnologia PAD (Pulse Arrhythmia Detection): Detecção de arritmia cardíaca;

» Sensor inteligente de inflação da braçadeira;

» Validação Clínica: Protocolo BHS A/A (Uso Hospitalar), ESH e AAMI.

MAPA Microlife Watch BP 03 com AFIB

02

O MAPA Microlife Watch BHS 03 com AFIB possui a tecnologia AFIB que permite detectar a Fibrilação Atrial enquanto os pacientes medem a pressão arterial.

Veja algumas informações técnicas sobre o MAPA Microlife Watch BHS 03 com AFIB:

» Monitoramento Ambulatorial de Pressão Arterial (MAPA) e detecção de Fibrilação Atrial (AFIB) com alta precisão;

» Clinicamente validado de acordo com o protocolo da Sociedade Europeia de Hipertensão (ESH) e Associação Americana do Coração (AHA) para medição ambulatorial;

» Memória dos últimos 250 resultados no Modo Ambulatory e 250 últimos resultados no Modo Casual.

Monitor de Pressão Arterial Pulso Prata

03

O Monitor de Pressão Arterial Pulso Prata detecta arritmias cardíacas durante a medição da pressão arterial.

Confira mais algumas informações sobre o Monitor de Pressão Arterial Pulso Prata:

» Memória para 200 medições (data e hora);

» Programação de alarme para 2 horários diários;

» Tecnologia PAD (Pulse Arrhythmia Detection): Detecção de arritmia cardíaca;

» Validação Clínica: Protocolo BHS A/A (Uso Hospitalar), ESH e AAMI.

Quer saber mais sobre os monitores de pressão arterial Microlife? Entre em contato com o MedHyper e solicite seu orçamento.

Somos a distribuidora exclusiva Microlife no Brasil!

 

MedHyper, microlife


MedHyper

A MedLevensohn, empresa brasileira de distribuição de produtos para saúde e bem-estar com mais de 18 anos de atuação no mercado nacional, desenvolveu o Projeto MedHyper com o objetivo de prover uma vida equilibrada e de qualidade, com economia, informação, comodidade e tecnologia aos portadores de Hipertensão. Este poderoso aliado tecnológico, baseado nos mais modernos sistemas de telessaúde do mundo, visa trazer benefícios diretos aos seus participantes. De uma forma prática e eficiente, o MedHyper é uma ferramenta importante no controle de problemas crônicos e de difícil solução através de métodos usuais.

Assine nossa newsletter

Gostaria de receber informações e comunicações do projeto MedHyper via email com a opção de descadastramento a qualquer momento.

Contato