Dicas para pessoas hipertensas

A hipertensão arterial já atinge 30% da população adulta do Brasil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia. No entanto, muitos brasileiros ainda desconhecem práticas de prevenção e tratamento da doença.

Vale lembrar que a hipertensão arterial é a principal causa, direta e indireta, de mortes no país, provocando o dobro do número de mortes de todos os tipos de câncer juntos.

Para reverter este quadro e salvar vidas, o melhor caminho é aprender, praticar e divulgar informações de combate à doença.

Esse processo é importante para prevenir a hipertensão arterial, assim como, para auxiliar pacientes hipertensos a conquistarem qualidade de vida e bem estar.

E é sobre isso que falaremos hoje. Aqui você vai conhecer dicas valiosas para pessoas hipertensas e entenderá como simples mudanças no hábito de vida podem fazer toda a diferença. Vamos lá?!

8 dicas para a saúde de pessoas hipertensas

A maioria das pessoas sabe que um cuidado importante contra a hipertensão arterial é não consumir sal em excesso. No entanto, essa não é a única prática de controle da doença.

Conheça a seguir 8 dicas para melhorar a saúde e o bem-estar de pessoas hipertensas.

  • Não fume

O cigarro é um grande vilão da saúde. Para os pacientes hipertensos ele é especialmente perigoso porque promove a contração dos vasos sanguíneos e, assim, colabora para a elevação da pressão arterial. 

Como resultado, ele aumenta o risco do desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como AVC e infarto. O cigarro é perigoso, inclusive, para os fumantes passivos, portanto, o ideal é manter o ambiente livre da fumaça do cigarro. E lembre-se: sempre é tempo de parar de fumar.

  • Controle do peso

O sobrepeso e a obesidade também são fatores de risco para pessoas hipertensas. Isso porque o excesso de peso faz com que o coração precise trabalhar mais para levar sangue para todo o corpo. O trabalho extra do órgão aumenta o risco de infarto.

Além disso, a obesidade causa uma série de alterações no organismo que colaboram para o aumento da pressão arterial. Inclusive, em pacientes obesos ou com excesso de peso, a pressão arterial pode reduzir de 20 a 30% a cada 5% de peso perdido.

  • Tenha uma alimentação saudável

Ter uma dieta equilibrada é fundamental para o controle da pressão arterial. Portanto, evite o consumo de alimentos gordurosos e industrializados, uma vez que eles podem aumentar o colesterol. Prefira alimentos integrais e acrescente frutas, legumes e fibras na sua alimentação.

Além disso, reduza a quantidade de sal na hora de preparar os alimentos, para isso, uma boa dica é optar por temperos naturais, como alho e ervas. Também retire o saleiro da mesa na hora das refeições, afinal, não há necessidade de acrescentar sal em uma comida temperada.

  • Pratique atividades físicas

A prática de atividades físicas ajuda a manter a pressão arterial em níveis saudáveis, por isso, é uma ótima dica para pessoas hipertensas. Na hora de se exercitar dê preferência para exercícios aeróbicos, como caminhada, natação, ciclismo, corrida, entre outros exercícios. 

Outro ponto importante é manter a frequência de atividades físicas. O ideal é se exercitar, no mínimo, 30 minutos por dia cinco dias por semana. Ou 50 minutos, três vezes por semana. Mas, sempre respeite seus limites e peça a orientação de um profissional.

  • Reduza o consumo de álcool

Todas as pessoas devem limitar o consumo de bebida alcoólica, mas para pessoas hipertensas essa regra é especialmente importante. Isso porque a bebida colabora para o aumento da pressão arterial e, consequentemente, aumenta os riscos da doença. 

O melhor caminho é considerar o abonado completo da bebida alcoólica. Mas, caso não seja possível em um primeiro momento, o recomendado é limitar o consumo. 

Evite situação de estresse

O estresse é um grande contribuinte para o aumento da pressão arterial. Por isso, pessoas hipertensas que passam por muitas situações estressantes ou possuem uma rotina muito agitada têm mais dificuldade de controlar os níveis da pressão arterial.

Isso acontece porque o estresse e a ansiedade estimulam a produção de hormônios que contraem os vasos sanguíneos e aceleram o coração. Como resultado, há um aumento da pressão sanguínea nas artérias. Para evitar isso, faça meditação, exercícios e tenha momentos de lazer.

  • Visite seu médico periodicamente

A hipertensão arterial é uma doença crônica, portanto, o tratamento permanece durante toda vida. Nesse contexto, o paciente hipertenso deve comparecer às consultas médicas regularmente e conversar com o médico em caso de dúvidas ou sintomas.

Além disso, deve tomar corretamente os medicamentos conforme a prescrição médica. Com o controle da doença, o paciente se sente completamente bem e tem uma vida normal. Para continuar se sentindo assim, o paciente não pode abandonar o tratamento.

  • Meça a sua pressão arterial

Por fim, mas não menos importante: a pessoa hipertensa deve medir a pressão arterial com frequência. Somente assim é possível identificar alterações na pressão arterial e avaliar a eficácia do seu tratamento anti-hipertensivo.

Para medir a pressão arterial em casa, a melhor opção é utilizar um monitor digital. Além disso, você pode optar pela versão de pulso ou braço, no entanto, o segundo modelo é o mais recomendado. Entenda a seguir como escolher um monitor.

Como escolher um bom monitor de pressão arterial?

A pressão alta, na grande maioria dos casos, não apresenta nenhum sintoma.

Por isso, monitorar a pressão arterial em casa é uma importante prática para verificar se os níveis da pressão arterial estão saudáveis ou se há necessidade de ajuste no tratamento.

Vale lembrar que a pressão arterial considerada normal é 120/80 mmHg (o famoso 12 por 8). Quando a pressão arterial está acima de 140/90 mmHg ela é considerada alta, porém importante saber que uma vez identificada um valor alto de pressão é necessário o monitoramento para que seja feito um diagnóstico de hipertensão.

Nesse contexto, o recomendado é que a pessoa hipertensa tenha um monitor de pressão arterial em casa. A boa notícia é que existem excelentes opções no mercado e com ótimo custo-benefício.

Na hora de escolher o seu monitor, faça três perguntas:

1- Ele é fácil de usar?

2- Ele oferece funcionalidades que fazem diferença para a sua saúde e bem-estar?

3 – A medição dele é realizada no braço ou no pulso?

O que o Medhyper pode fazer pela saúde de pessoas hipertensas?

O Medhyper é um projeto criado exclusivamente para promover bem-estar e economia para pessoas hipertensas. Para isso, o projeto importa para o Brasil alguns dos melhores monitores de pressão arterial do mundo, com tecnologias exclusivas e usabilidade que surpreende.

Quer saber mais?! Então, acesse o conteúdo e entenda como o MedHyper pode ajudar na saúde de pessoas hipertensas.

hipertensas, MedHyper, medlevesohn

Assine nossa newsletter

Gostaria de receber informações e comunicações do projeto MedHyper via email com a opção de descadastramento a qualquer momento.

Contato